Escrito por

Assessoria Sindimetal

#Notícias | 16/12/2022

A tarde da quinta-feira (15) foi de casa cheia para o encontro dos aposentados e aposentadas metalúrgicos de Canoas e Nova Santa Rita. A confraternização, que marcou o encerramento das atividades do Departamento dos Aposentados em 2022, foi promovida a partir de uma parceria entre o Sindicato e a Cresol, cooperativa financeira que é parceira da entidade.

Na abertura do encontro, o presidente do Sindicato, Paulo Chitolina fez um breve relato a respeito da Campanha de Sindicalização. Lançada em agosto deste ano, a ação sindical já angariou mais de 600 novos sócios.

O trabalho do Departamento dos Aposentados, como ressaltou Chitolina, foi fundamental para o fortalecimento da entidade. “Os integrantes do departamento foram atrás, ligaram, dialogaram com muitos aposentados e aposentadas que estavam fora do quadro de associados. Assim, nós pudemos negociar e garantir que muitos voltassem a usufruir dos benefícios da associação”.

Representando o grupo do Departamento, o aposentado José Oliveira, o Pardal, fez uma fala de agradecimento a todos os presentes, ressaltando a atenção dispendida pela atual direção com os aposentados. “Foi essa direção, esses diretores que hoje estão à frente do Sindicato, que nos deram todo o apoio para a criação do nosso espaço e para que possamos todas as quintas-feiras receber vocês aqui”.

O vice-presidente da Cresol, Gelson José Ferrari, também fez questão de exaltar a importância do Sindicato nas parcerias. “Nós temos uma parceria firme de mais de 30 anos com a categoria metalúrgica. E a Cresol, mais do que um banco, é uma cooperativa que busca soluções para a categoria e oferece serviços”.

Uma assessoria jurídica de longa data

Presença sempre confirmada nos encontros semanais do Departamento, o advogado João Lucas Machado de Mattos, especialista em Direito Previdenciário, agradeceu o empenho do grupo nas atividades do ano e encerrou as falas da confraternização com uma breve explicação a respeito do direito à Revisão da Vida Toda.

Aprovado recentemente pelo Supremo Tribunal Federal, agora é possível a consideração de todas as contribuições anteriores a julho de 1994, o que possibilita um benefício mais justo a meio isonomia entre os segurados que começaram a contribuir antes de 1994 e não tiveram esses recolhimentos incluídos em seu cálculo.

No entanto, Mattos ressaltou que a revisão não é benéfica a todos os aposentados e aposentadas, motivo que requer muita atenção quando há interesse em buscar auxílio para o cálculo. “Nós sabemos que muitos escritórios estão cobrando para realizar o cálculo, mesmo sabendo que o aposentado ou a aposentada não tem direito. O podem cobrar desde 100 ou 200 reais até um salário mínimo, o que é um absurdo”, destacou o advogado.

Neste sentido, enquanto assessor jurídico do Sindicato e do Departamento, Mattos lembrou os presentes que através dos plantões realizados todas as terças e quintas-feiras, na parte da tarde, os associados e associadas podem trazer a documentação para a realização do cálculo sem qualquer cobrança.

Basta vir aqui no Sindicato munido da carteira de trabalho, da senha do INSS e do CPF para que a gente possa auxiliar com o cálculo. Não há necessidade de buscar auxílio jurídico em outro lugar se o Sindicato oferece este serviço a toda a comunidade”, lembrou Mattos.

No encerramento da confraternização, os presentes aproveitaram o café no estilo colonial oferecido pelos parceiros da Cresol.

Fonte: STIMMMEC

Fontes:

Publicado em:16/12/2022

Voltar

Notícias Relacionadas