Sindicatos realizam intensivo de debates para reação à reforma trabalhista

Desde a semana passada os sindicatos da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS (FTMRS/CUT) estão promovendo debates com suas diretorias sobre a lei da reforma trabalhista e formas de combate. Já foram realizados encontros nos sindicatos de Canoas, Canela, Passo Fundo, Erechim, Sapiranga e Novo Hamburgo.

 

 

A ação faz parte da estratégia de enfrentamento definida em reunião do Conselho de Sindicatos da FTMRS/CUT no dia 1° de agosto.
Acompanhando as reuniões das diretorias dos sindicatos estão presentes também representantes da diretoria da FTMRS/CUT. O objetivo é estabelecer um entendimento unificado sobre o tema.

 

Durante todo o mês de agosto, os 29 sindicatos deverão fazer uma profunda análise sobre as alterações que entrarão em vigor em novembro para, a partir daí, iniciar uma ação de esclarecimento dos trabalhadores no chão de fábrica. A categoria precisa estar ciente dos reflexos que as mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) acarretarão em suas vidas e como enfrentá-las com união e através do fortalecimento dos sindicatos.

 

Mais de 200 dispositivos da CLT foram alterados e as reais consequências da destruição das leis de proteção dos trabalhadores somente serão sentidas quando os direitos foram buscados e o trabalhador perceber que estes foram alterados ou que seu acesso está restrito.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação FTMRS

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube