Seminário da FTM-RS debate PLR com dirigentes negociadores de todo estado

Dirigentes sindicais negociadores de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de diversas regiões do estado se reuniram na Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS (FTM-RS), na manhã desta terça-feira (1). A pauta da reunião foi o debate sobre a linha política e plano de trabalho referente à campanha da PLR.

 

Os presentes na atividade são, na grande maioria, negociadores de PLR nas empresas de suas bases. O presidente da FTM-RS, Lírio Segalla, explicou que em algum momento esse debate será ampliado para toda a direção dos sindicatos. “Porém neste momento é importante trabalharmos com quem já tem experiência nas negociações. Posteriormente, vocês serão formadores”, disse.

 

Ele relatou o trabalho que a entidade tem realizado desde a implantação da reforma trabalhista. “No momento em que a legislação vigente é favorável à empresa, precisamos nos reorganizar como movimento sindical. Para isso, a PLR é estratégica, pois dialoga com todos os trabalhadores”, salientou Lírio.

 

No Rio Grande do Sul são mais de 9 mil empresas e apenas 98 adotam o programa. Dessas, em 73 há participação dos sindicatos nas negociações. “A PLR é um direito garantido no artigo 7o da Constituição Federal e, além disso, foi regulamentado no ano 2000”.

 

Para a Federação, a PLR atua como um instrumento de organização com participação dos trabalhadores. “Por isso, é estratégica. Na PLR é o momento de igualar os trabalhadores. Não podemos permitir que isso seja usado para aumentar as desigualdades, através de instrumentos de gestão empresarial que cobra metas abusivas ou penaliza os trabalhadores”, ponderou Lírio.

 

Após a abertura, até o começo da tarde, os diretores Milton Viário e Paulo Chitolina coordenaram o debate com os negociadores e formularam o plano de ação. Entre os encaminhamentos, ficou definido que a Federação atualizará a cartilha sobre a PLR para disponibilizar aos dirigentes das entidades filiadas, realizará seminários em todos os sindicatos e formará uma equipe de facilitadores.

 

Fonte: FTM-RS

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube