São Leopoldo lança Comitê em Defesa da Democracia e terá caravana para acompanhar julgamento de Lula

Neste sábado (13), será lançado o Comitê de São Leopoldo em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato a Presidente da República. A atividade será seguida de uma caminhada pela Rua Grande, com saída prevista para as 10 horas e concentração a partir das 9h30, em frente à Câmara de Vereadores.

 

São Leopoldo, assim como centenas de municípios espalhados por todo Brasil, terá caravana rumo a Porto Alegre, para acompanhar o julgamento do ex-presidente Lula, no dia 24 de janeiro, no Tribunal Federal Regional da 4ª Região.

 

O presidente do PT de São Leopoldo, Guilherme Louzada, ressaltou a importância da criação do Comitê, que está organizando uma série de atividades e de manifestações em apoio ao ex-presidente Lula e também de uma caravana com vários ônibus  rumo a Porto Alegre.

 

“Estaremos presentes nas jornadas em apoio ao ex-presidente Lula, que não cometeu nenhum crime e merece um julgamento limpo e imparcial. Cabe ao povo brasileiro decidir, por meio  de um processo eleitoral transparente e de forma democrática, se Lula deve ou não ser presidente da República, novamente”, avaliou Louzada.

 

A vereadora Ana Affonso (PT), líder do Governo Vanazzi na Câmara, fez um chamamento aos militantes para as atividades do próximo sábado. “Vamos lançar o Comitê Popular em São Leopoldo e vamos realizar uma grande caminhada. Queremos envolver partidos e movimentos sociais, cidadãos e cidadãs, em torno da democracia, para mostrar nossa indignação frente a este julgamento absurdo e político que a Justiça quer impor a Lula, sem provas”, advertiu.

 

Já o vereador Dudu Moraes salientou que a trajetória do PT nasceu da luta pela democracia no Brasil e foram muitos os obstáculos até a eleição de Lula, um operário duas vezes presidente da República,  e de  Dilma,  primeira mulher a ser presidenta da República. Lula e Dilma são responsáveis por grandes transformações sociais, principalmente para os mais pobres.

 

“A nossa militância estará mobilizada em defesa do PT e de nossas bandeiras, combatendo esta campanha de ódio e de preconceito. O PT elevou o Brasil a um novo estágio, no qual 28 milhões de pessoas deixaram a miséria extrema e 40 milhões ascenderam socialmente e esses são os reais motivos para o julgamento de Lula”, afirmou Dudu Moraes.

 

Fonte: CUT-RS

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube