Propagandas pró-reforma da Previdência não enganarão o povo

Em meio a cortes e ajustes fiscais, os deputados e senadores brasileiros aprovaram, no último dia 23, um repasse de R$ 99 milhões para publicidade com a reforma da Previdência. É a última tentativa do governo de conquistar o apoio da população e de parlamentares.

 

07-06-previdencia-quebrada14788850071

Para o comentarista político da TVT, José Lopez Feijóo, a publicidade do governo federal não enganará o povo brasileiro. “A reforma da Previdência destrói direitos. A propaganda tem o objetivo de tranquilizar parlamentares, achando que a população não irá perceber que tiveram seus direitos garfados. Estão enganados, as pessoas não irão esquecê-los.”

 

Feijóo lembra que, da forma como foi proposta, a “reforma” só é boa para banqueiros, já que o discurso de déficit da Previdência é falso. “Especialistas e a CPI da Previdência afirmam que a medida não é boa sequer para corrigir déficit, porque ela não é deficitária. Os recursos já são suficientes para cobrir todas as despesas. O problema é que, todos os anos, bilhões são retirados do setor previdenciário para pagar outras dívidas do governo, através da desvinculação de receitas da União”, afirma.

 

As centrais sindicais confirmaram a realização de uma greve nacional contra a reforma da Previdência, para o próximo dia 5. As entidades afirmam que a reforma “acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros”.

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube