Haddad tem quase o dobro de intenções de voto de Bolsonaro entre mais pobres

 

De acordo com a pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (24), o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, chega a 30% de intenções de voto entre os eleitores que têm renda familiar até um salário mínimo. O percentual é quase o dobro do segundo colocado, Jair Bolsonaro (PSL), que aparece com 16%.

 

Entre aqueles que ganham de um a dois salários mínimos, há empate técnico perto do limite da margem de erro de dois pontos percentuais, com Bolsonaro à frente de Haddad: 26% a 21%. Em relação ao levantamento anterior, o petista cresceu quatro pontos nesse segmento.

 

O candidato do PSL lidera na faixa dos dois a cinco salários, com 34%, mesmo índice da última pesquisa, ante 19% do ex-prefeito de São Paulo (três pontos a mais do que na sondagem anterior). Já no segmento acima dos cinco mínimos, a vantagem de Bolsonaro sobre Haddad é folgada: 42% a 15%.

 

Petista cresce entre mais velhos

 
Nos segmentos etários, o maior crescimento de Haddad se deu entre os eleitores que têm entre 25 e 34 anos. Ali, ele passou de 16% a 23%, enquanto o presidenciável do PSL oscilou positivamente de 32% para 34%. Na faixa dos 35 aos 44 anos, há empate técnico: o petista foi de 20% para 23% e seu adversário teve queda de 30% para 24%. No segmento dos 45 aos 54, há empate no limite da margem de erro, com Bolsonaro tendo 28% (cinco a mais que na sondagem anterior) e Haddad, 22% (oscilação positiva de dois pontos).

 

Entre os mais jovens, o presidenciável do PSL tem 27%, ante 17% do ex-prefeito paulistano e ex-ministro da Educação. No segmento dos que têm mais de 55 anos, Haddad cresceu de 18% para 23%, enquanto Bolsonaro foi de 24% para 25%, configurando novo empate técnico.

 

Levando em conta a escolaridade, o presidenciável do PT é líder entre os que possuem até a 4ª série do ensino fundamental, com 28%, quatro pontos a mais que na última pesquisa. O candidato do PSL tem 19%. Haddad também aparece à frente, empatado no limite da margem de erro, na faixa daqueles que têm entre a 5ª e a 8ª séries do ensino fundamental: 26% a 20%.

 

Bolsonaro permaneceu com o mesmo percentual no segmento dos que têm ensino médio, liderando com 31%m ante 19% do petista, que oscilou positivamente dois pontos. O líder da pesquisa também tem boa vantagem entre os eleitores que têm ensino superior, com 33%, ante 16% de Haddad.

 

Fonte: Rede Brasil Atual

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube