Em assembleia virtual, metalúrgicos aprovam pauta e dão início à Campanha Salarial 2021

Na noite dessa quinta-feira (15), dezenas de metalúrgicos da base de Canoas e Nova Santa Rita participaram da ASSEMBLEIA GERAL que aprovou a pauta de reivindicações da CAMPANHA SALARIAL 2021. O encontro foi realizado em uma sala virtual, ferramenta que tem possibilitado ao Sindicato dar continuidade aos trabalhos e até ampliar o diálogo com a categoria em meio à pandemia da COVID-19.

 

 

 

A proposta aprovada reivindica a reposição do INPC em acordo com a data-base da categoria, que é 1º de maio. A estimativa para o reajuste é de 7,49% e deve incidir sobre o piso da categoria e o salário do Menor Aprendiz. O Sindicato também deve buscar a renovação das cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho.

 

 

Outro ponto da pauta que foi aprovado é a retomada das discussões sobre a Cláusula 14ª da CCT, que versa sobre o Quinquênio. Isso porque desde 2019 é verificado um conflito na compreensão do texto, que vem causando divergência entre o Sindicato e a Patronal. E na linha de discussões sobre cláusulas que compõem a Convenção Coletiva, também será tratado o tema da Garantia ao Aposentando, hoje previsto na cláusula 27ª.

 

 

 

 

Ainda, neste ano, o Sindicato leva à mesa das negociações o tema do Home Office, modalidade que no ano passado foi adotada por muitas empresas da base como forma de reduzir a circulação de pessoas e garantir o afastamento social. A entidade possui uma enquete aberta para verificar em quais condições (estruturais, psicológicas e econômicas) está ocorrendo o trabalho remoto dos trabalhadores/as da categoria. A consulta servirá como base para a pedida, a princípio, de um abono que amenize gastos com alimentação, luz e internet, mas também deve dar diretrizes para que a modalidade seja convencionada e garanta melhores condições de trabalho.

 

 



Após apresentada e discutida, a proposta foi levada à votação e aprovada pela maioria dos presentes na assembleia, que também autorizou as negociações da Reparação de Veículos pela Federação dos Metalúrgicos do RS (FTM-RS).

 

 

 

Na próxima semana, a proposta da metalurgia será formalizada e encaminhada à patronal para que seja agendada a primeira rodada das negociações. 

 

 

 

Fonte: STIMMMEC

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube