Editorial: 2019 – organização, consciência e solidariedade serão os pilares da luta sindical

Se existe um marco no ano de 2018 para o sindicalismo do Brasil, este se fez pela resistência, que se sobrepôs às pregações do nosso possível fim. Muitos foram os embates e a pressão para barrar as políticas antissociais de um governo amplamente impopular. E em paralelo a isso, abrimos espaço para repensar o movimento, tendo clareza que adentramos 2019 com a necessidade de reforçar a organização e renovar a solidariedade na categoria, sempre amparados por nossa história.

 
Já são mais de 60 anos à frente da defesa dos trabalhadores(as) metalúrgicos de Canoas e Nova Santa Rita. E neste ano, em especial, provamos que o discurso que tratou a representação sindical como algo dispensável é mentiroso e oportunista. E se provou com base nos resultados – não alcançados – pelas reformas descabidas impostas pelo governo.

 
Falaciosa, a Reforma Trabalhista sequer cumpriu a promessa mais aguardada e urgente: geração de emprego e renda. Isso porque a ampliação do mercado de trabalho se dá na base de investimentos e valorização, não de cortes e precarização. Ainda, foi amplo o esforço da Justiça do Trabalho e das demais entidades jurídicas de defesa da classe trabalhadora em disputar os entendimentos da reforma, visto que era claro o objetivo de retirar direitos, inclusive o de representação e defesa dos trabalhadores(as). Já a Reforma da Previdência se cria como tragédia anunciada e conta com a colaboração em massa da grande imprensa, que ignora os fatos e estudos que lhes convém ignorar. Uma CPI, presidida pelo senador Paulo Paim e minimamente divulgada por estes meios, comprovou a farsa do déficit, mostrando que os cálculos do orçamento previdenciário estão errados, omissos com a verdade.

 
Neste cenário, fomos, somos e seremos sempre resistência. Companheirismo e solidariedade integram os princípios e formam a história da categoria. E sendo assim, mais do que nunca, que pensemos 2019 como o ano de reforçar os laços com os companheiros(as) do nosso lado, e que saibamos reconhecer e lutar por todos e todas. Organizados, conscientes e solidários, somos mais fortes!

 

Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Canoas e Nova Santa Rita

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube