Caravanas regionais da CUT-RS reforçam campanha pela anulação da reforma trabalhista e intensificam resistência ao golpe

As caravanas regionais da CUT-RS estão reforçando a campanha nacional pela anulação da reforma trabalhista e intensificando a atuação dos sindicatos na resistência ao golpe. O objetivo é enfrentar o desmonte dos direitos trabalhistas e sociais, em consequência das reformas neoliberais do governo de Michel Temer e dos ataques do governo Sartori.

doisirmos2

 

Os dirigentes, que estão acompanhando a organização e a realização dos encontros, ressaltam o alto nível dos debates, mesmo sem a participação de todas as entidades filiadas. As caravanas fortalecem as lutas da classe trabalhadora e potencializam o calendário de atividades previstas para os próximos meses

 

Campanha pela anulação da reforma trabalhista

A iniciativa de percorrer as várias regiões do Estado permite intensificar a campanha nacional da CUT pela anulação da Reforma Trabalhista, que coleta assinaturas em apoio a um projeto de lei de iniciativa popular para revogar a nova legislação trabalhista, que entra em vigor no próximo dia 11 de novembro. A meta é recolher mais de 1,3 milhão de assinaturas, conforme prevê a Constituição Federal, para depois protocolar as listas de adesões na Câmara dos Deputados e pressionar os parlamentares para a aprovação do projeto.

 

Para o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, o abaixo-assinado do projeto de iniciativa popular é um dos eixos centrais da organização da luta para o próximo período. Ele cita, também, a necessidade de revitalização dos comitês de resistência ao golpe em cada município, com agendas de mobilização nos bairros.

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube