Base conquistou o melhor reajuste do Estado

 

Neste ano, a Campanha Salarial dos metalúrgicos de Canoas e Nova Santa Rita garantiu o melhor reajuste do Estado. Repondo nos salários 5,10%, os trabalhadores(as) da base garantiram a valorização dos ganhos e a recuperação das perdas inflacionárias. Melhor ainda foi o reajuste do piso da categoria, que teve reposição de 6%, e também a conquista da elevação do teto limitador de reajustes, fixado agora em R$ 8.000,00.

 

“Além de um reajuste acima da inflação, negociamos uma valorização maior do piso, pois muitos trabalhadores da base recebem somente esta faixa salarial. Assim, garantimos que ninguém ganhe menos que R$ 1.394,00”, afirmou o tesoureiro Flávio de Souza, o Flavião.

 

A estipulação e o reconhecimento de um piso salarial é uma luta constante de muitas categorias no país, visto que não existe lei salarial que garanta reposição automática das perdas inflacionárias. Logo, a constante negociação do sindicato neste aspecto é a garantia de ganhos econômicos aos trabalhadores.

 

Em um comparativo com outros reajustes de 2019, é possível reconhecer a valorização. O Mínimo Regional do Rio Grande do Sul recebeu apenas 3,4% de reajuste, sendo a 4º faixa que contempla a categoria metalúrgica, fixada em R$ 1.346.46. Já o salário mínimo nacional recebeu reajuste de 4,6%, fixando-se em R$ 998,00. Neste sentido, considerando as negociações e as conquistas de reajustes do Sindicato, os ganhos da base de Canoas e Nova Santa Rita são acrescidos em cerca de R$ 400,00 (média).

 

O atual governo já anunciou o fim da política de valorização do mínimo nacional, que considerava as perdas inflacionárias e garantia reajuste real.

 

Fonte: STIMMMEC

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube