PRESTAÇÃO DE CONTAS: garantia de casa organizada em tempos de crise

 

Nesta edição de março, o Sindicato apresenta a já tradicional prestação de contas de 2017. No último ano, a entidade apresentou um aumento no déficit do orçamento, referente às obras na sede social (troca de todo o telhado), às melhorias na Colônia de Férias, realizadas anualmente, e a compra dos brindes dos associados, que serão entregues a partir da segunda quinzena de março. Em tempos de provação das entidades sindicais e de muitos questionamentos a respeito do Imposto Sindical e sua utilização no movimento, julgamos necessário ampliar os esclarecimentos. Portanto, para além das arrecadações e dos investimentos realizados em 2017 – que podem ser conferidos na tabela da página 2 -, traçamos uma média dos últimos três anos (2015/2016/2017), que demonstram os investimentos – por área – e possibilitam compreender a dimensão do patrimônio da categoria e a necessidade de manutenção destes serviços.

 

Na média do último triênio, nosso sindicato trabalhou com um déficit anual R$ 331.918,17, justificado principalmente pelos investimento em administração, serviços gerais, comunicação e Colônia de Férias. Estas por sua vez, são áreas indispensáveis no auxílio à categoria e na ação sindical, que preza sempre por um bom atendimento na sede, por informações corretas, por assistência nos direitos e nas negociações, por uma estrutura limpa e funcional, por áreas de lazer organizadas e por uma comunicação presente e legítima na relação sindicato e trabalhador.
No que diz respeito à Colônia de Férias, ambiente de lazer amplamente utilizado pela categoria durante todo o ano, é válido lembrar os investimentos em pinturas, segurança, renovação dos utensílios dos apartamentos, melhorias na área de camping e principalmente o investimento realizado, em 2016, para a adequação do ambiente às normas do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI), exigência obrigatória do Corpo de Bombeiros, que englobou a colocação de uma central de alarmes, para-raios, hidrantes, extintores, casa de bombas com reservatório de água, detector de fumaça em todas as peças, e central de gás (tabela 1).

 

Gráfico 1

 

Tendo em vista o amplo investimento em diversas áreas pela entidade, é preciso apontar as fontes de arrecadação e sustentação que mantenha o funcionamento com qualidade. Conforme tabela 2, o Imposto Sindical corresponde a apenas 33,48% do total da receita, o que comprova que mais de 65% do orçamento da entidade e, consequentemente dos investimentos, não são dependentes do tributo, hoje não mais obrigatório conforme a Lei 13.467/17.

 

Gráfico 2

 

Na lógica comparativa, a tabela 3 comprova que o Imposto Sindical por si só, não cobre por total as aplicações em auxílios fundamentais, como a assistência jurídica e assistência à saúde, ou ainda, os investimentos e toda a manutenção necessária na Colônia de Férias da categoria que, em média, é utilizada por 650 famílias ao ano, conforme levantamento interno do sindicato. No mesmo levantamento, constatou-se que entre janeiro de 2017 e fevereiro de 2018 foram realizados 7923 atendimentos de trabalhadores no ambulatório médico da entidade, entre médico do trabalho, clínico geral e dentista.

 

Gráfico 3

 

Na transparência dos dados e na concretude dos investimentos apresentados, temos a certeza de que nos últimos 10 anos o Sindicato se reestruturou e aperfeiçoou todos os serviços, garantindo uma casa organizada e em pleno funcionamento para todos os trabalhadores(as). Agora, frente os ataques à classe trabalhadora, nossos desafios se fazem no fortalecimento da luta, na defesa das condições de trabalho e na garantia à aposentadoria de todos e todas. Apesar da luta sindical se mostrar emergente e em evidência neste momento difícil de conjuntura política do Brasil, não devemos precarizar as ações de assistência prestadas pelo nosso sindicato, mesmo compreendendo como transitórias até a verdadeira conquista pelos trabalhadores. Porém, a decisão de qual vai ser o tamanho do nosso Sindicato e das nossas conquistas depende do envolvimento e da ampla participação de toda categoria metalúrgica.

 

Confira a tabela completa da Prestação de Contas:

 

Tabela Prestação

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Visit Us On FacebookVisit Us On Youtube